Conheça as diferenças da pintura com Airless e da pintura com compressor, a seguir:

Pintura com Airless.

O Airless é um pulverizador especifico de alta pressão. Possui mangueira que vai diretamente na lata de tinta e utiliza uma mangueira de longa distância até a pistola, que é a por onde a tinta é pulverizada.

A taxa de transferência para a mangueira é próxima de 100%, isto é, não há perda de tinta. Não produz névoa porque não é utilizado ar na transferência do material.

Seu jato é altamente potente (pressão entre 1.000 e 7.000 psi) e seu formato é de um leque uniforme, que pode ser ajustado com a troca de bicos.

A pintura com Airless pode ser feita em paredes, tetos, portas, telhas, metais (portões, grades), madeiras, entre outros.

Por esses motivos a pintura com Airless é mais produtiva, mais econômica e possui resultados de alta qualidade

Pintura com compressor.

O compressor de ar pode ser utilizado das mais diversas formas e para pintar, é uma delas.

Sua potência fica entre 40 e 200 libras, vai depender do tamanho do compressor.

Seu funcionamento é através do ar comprimido que empurra a tinta do recipiente. Sua taxa de transferência fica perto de 20%, já que 80% do sai na pistola é ar.

A pintura com compressor faz mais sujeira, já que o ar do compressor forma uma névoa de tinta, comprometendo outras superfícies, se estas não forem devidamente protegidas.

Com o compressor a sua pintura terá um bom resultado, mas lembre-se que há a produção de névoa e o rendimento do material é mais baixo.

Abaixo segue uma tabela comparativa com as características de ambos equipamentos:

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui